9. Marília

Dia calmo e domingueiro em Marília, de uma cidade pequena para uma maior, mas com uma praça bem acanhada, pequena mesmo. Poucos ângulos, mas ta aí. Apreciem

 

Publicado em Marília | Deixar um comentário

8. Palmital

Dia calmo e preguiçoso em Palmital, cidade, segundo dados oficiais, tem cerca de 23mil habitantes. Onde o tempo passa diferente e o simples fato de ter um carrinho de pipoca e algodão doce se torna um evento. Quando começamos a fazer a Estrada juntaram-se em volta muitas pessoas, principalmente crianças, algo que até então não havia acontecido. Até agora uma das melhores experiências com o público.

Publicado em Palmital | Deixar um comentário

7. Ourinhos

Dia calmo e ensolarado na simpática Ourinhos, única cidade até agora que autorizou realizarmos o trabalho quase em sua versão original de pintar o chão e mobiliários da praça. Foi um presente depois da chuva em Avaré que impediu a realização do nosso trabalho.

 

Publicado em Ourinhos | Deixar um comentário

6. Avaré

Dia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi técnicamente impossível ser realizado.

DDccccccccccia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi um dia frustrante, mas não foi possível Dia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi um dia frustrante, mas não foi possível tteteteDia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi um dia frustrante, mas não foi possível Dia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi um dia frustrante, mas não foi possível ia frio e chuvoso em Avaré, essa foi a primeira cidade que não conseguimos fazer por conta da chuva. Foi um dia frustrante, mas não foi possível
Publicado em Avaré | Deixar um comentário

5. Lençóis Paulista

Dia calmo em Lençóis Paulista. É chamada de a cidade do livro, e justamente na praça que trabalhamos havia uma biblioteca, e foi ali que fizemos nossa estrada.

Publicado em Lençóis Paulista | Deixar um comentário