14. Araras

Dia calmo e quente em Araras. Última cidade desse roteiro. O trabalho foi pá e bola. Quando vimos já estávamos na dança contemporânea da Cia. Focus, debaixo da saia da Mulher que Comeu o Mundo e no fim nno palco do Clube do Balanço.

Publicado em Araras | Deixar um comentário

13. Brotas

Dia calmo e ensolarado em Brotas, cidade conhecida pelo turismo de aventura. É uma cidade colorida, todas as casa e estabelecimentos comerciais tem cores e, como a cidade gosta de cores, fomos autorizados a pintar coo no nosso projeto original. A estrada teve de ser lambe-lambe mesmo só por falta de mmais tinta dourada, senão teríamos mais uma estrada por muito tempo. Mas deu tudo certo, pintamos as pedras da fonte e no fim ainda recebemos uma salva de palmas das pessoas que acompanharam nosso trabalho durante toda a tarde ali na praça.

Publicado em Brotas | Deixar um comentário

12. Porto Ferreira

Dia muito calmo em Porto Ferreira, a praça era bonita mas não haviam muitas opções para interagirmos. Ficamos, portanto caminhando ao infinito.

 

Publicado em Porto Ferreira | Deixar um comentário

11. Vargem Grande do Sul

Dia calmo e movimentado em Vargem Grande do Sul. Cidade com menos de 40mil habitantes a paraça esteve movimentada durante todo o dia. A estrada do “bêbado de Oz” trançou as pernas por uns 40 -50m da praça.

 

Publicado em Vargem Grande do Sul | Deixar um comentário

10. Mococa

Dia calmo e quente em Mococa, terra do Rolando Lero da escolinha do prof. Raimundo. Dessa vez a estrada foi mais radical e fizemos em um dos half pipe’s da praça. Essa foi uma das que mais teve interação do pessoal, mal havíamos terminado já tinha tinham pessoas brincando no caminho.

Publicado em Mococa | Deixar um comentário